domingo, 30 de maio de 2010

Olhares

Ironico talvez seja a melhor palavra para definir o quão diferente uma situação pode ser vista, dependendo do olhar.

Não jornalisticamente falando, mas uma mesma situação pode ser analisada de n formas diferentes. Basta saber o que se passa no coração de quem vê.
Ruim ou bom, depende da forma como vemos isso. E aí entro em redundância, pois falo novamente das várias faces de uma moeda.

Prefiro sempre o olhar do bem. O olhar que não vê maldade, o olhar do crescimento e aprendizado constantes.
Acho que meus olhos ainda estão semicerrados, mas prefiro eles assim. Quero crer que tudo visa o bem maior, independente de crenças ou concepções.

Talvez seja o olhar do sonhador...vai saber?!

3 comentários:

  1. Também gosto muito desse olhar, só não entendo por que ele é tão subestimado... Acho que é porque quando a gente tem esse olhar ficamos ligeiramente estrábicas diante das coisas.

    P.S.: vim parar aqui porque você está nos favoritos de um blog amigo que anda parado à beça.

    ResponderExcluir
  2. É geralmente o olhar das pessoas é o mais crítico possível. Não sei se é por que a vida já a massacrou tanto que esse olhar de sonhos se perde em algum lugar do inconsciente, mas não vou dizer que eu tenha uma visão completamente boa das coisas, afinal de contas não somos perfeitos nem os outros. Mas nunca é bom se deixar levar por essa visão positiva dos fatos é preciso avaliar tudo minunsciosamente.

    Muito boa a postagem simples, mas cheia de profundidade.

    Beijos

    Mina.

    ResponderExcluir
  3. A fé sempre exige cautela, pois corremos o risco de deixarmos brechas em nossas defesas; e há pessoas que as bem explore. Essa talvez seja a face em que esses indivíduos creem para poderem viver.

    Como julgá-los, se esse modo é desonesto pra mim?

    Beijão

    ResponderExcluir